Os tão lindos azulejos


Azulejos

Contexto Histórico dos Azulejos


Derivado do árabe alzullavcha, que significa "pequena pedra cintilante", a palavra azulejo não tem nenhuma relação com azul, embora muitas peças da azulejaria, historicamente falando, sejam confeccionadas nessa cor. Azulejo é uma placa de forma regular, quadrada ou retangular, feita em barro cozido, com uma das faces esmaltada ou vitrificada e dotada de motivos decorativos de uma ou mais cores. Utiliza-se no revestimento de pisos e paredes.
A verdadeira azulejaria é de origem árabe, possivelmente berbere, e foi introduzida na Europa através da península ibérica e da Itália meridional em conseqüência da expansão islamita. A argila cozida e esmaltada já era conhecida no Egito, na Mesopotâmia e na Pérsia, onde se usava em revestimento arquitetônico. Esses tijolos vitrificados podem ser considerados precursores da azulejaria.
A fabricação de azulejos desenvolveu-se principalmente na Espanha, em Portugal, na Itália e, posteriormente, nos Países Baixos, graças, sobretudo ao aperfeiçoamento das técnicas de confecção e tintura, à utilização da policromia e à inovação temática, que passou a incluir a figura humana e aspectos da natureza, proibido aos muçulmanos por preceito religioso.
Azulejaria em Portugal - Chamados caixilhos, os primeiros azulejos fabricados em Portugal datam do século XVI, quando apresentavam uma única cor e arranjos decorativos enxadrezados. Surgiram mais tarde os de lacaria, em três cores e com ornamentação abstrata. Do século XVII em diante passaram a predominar as peças em azul e branco. Antônio de Oliveira Bernardes criou o azulejo artístico português, figurado. Os painéis figurados foram freqüentes até 1740, quando houve um recuo à azulejaria mais singela. Ainda no século XVIII apareceram os azulejos de grinalda e os de rosácea. No século XIX, surgiu o azulejo estampilhado, produto semi-industrial com motivos florais, policrômico ou azul e branco.


Pelas ruas de Aveiro em Portugual

Influência árabe
 
Influência árabe nos azulejos dentro dos"Pubs" em Lisboa
 
 Os azulejos dominam as fachadas das cidades em Portugual
 
 
A "Veneza" portuguesa, Aveiro, com suas fachadas super revestidas de azulejo
                                  
Connhecer a história dos azulejos não é difícil. Basta acessar o endereço do Museo Nacional do Azulejo (http://mnazulejo.imc-ip.pt/pt-PT/Default.aspx) para saber um pouco da história dessa arte que atravessa os séculos.
No museu, o viajante vai conhecer a evolução dessa peça de cerâmica, herança provável do artesanato mulçumano, que ganhou novo impulso na Península Ibérica a partir do século XV, e que era produzida em larga escala em Sevilha e Valência (cidades espanholas).
No site podem ser vistas grandes obras de arte como o painel "cena cortesã" (Holanda, 1710) de concepção rococó, que trouxe de volta o gosto pela policromia e pela "cena galante", informações contidas na página do museu, uma grande viagem pelo túnel do tempo da azulejaria, como no painel de Nossa Senhora da Vida, do Século XVIII, um autêntico exemplar da produção seiscentista.
O Museu Nacional do Azulejo fica em Lisboa, na parte oriental da cidade, junto ao Rio Tejo e instalada no antigo convento da Madre de Deus, fundada em 1509 pela rainha D. Leonor, viúva do rei D. João II. A maior parte do acervo foi reconstituída, a partir de de 1940 e organizado como amostra de arte em 1959.

E hoje?

De lá para cá, muita coisa mudou. Engana-se quem pensa que esses versáteis revestimentos de paredes devem ser utilizados só em cozinhas, banheiros, copas e lavabos. Podem ser empregados em diversos outros ambientes como: revestindo paredes de quartos, substituindo cabeceiras de camas, valorizando paredes onde se instalam TVs, em algumas fachadas, varandas e até em escadas e áreas comerciais como lojas, restaurantes etc. Assim, podemos lançar mão da diversidade de cores, desenhos e formas que esse material oferece e criar belos painéis.
A loja que super indico é a Divina Parede contato: 71.3017-5080, minha parceira em qualquer especificação para “vestir” as paredes dos meus clientes, pois trabalham com a linha de Revestimentos Pavão que tem uma espessura bem fina, podendo sobrepor sobre outros revestimentos, dando uma nova cara ao ambiente! As paredes ficam um show em qualquer espaço ou móvel, eu garanto e assino embaixo!




Revestimento Pavão

 Instalação em mesa lateral
 
Revestindo bancadas gourmets

Lavabo
 
Kit Tattoo by Anna Idza
 
Kit Tattoo
 
Kit Tattoo
 

Banheiro, ainda em reforma

O azulejo trouxe alegria para esta cozinha, minha cliente amou o resultado e eu também!
 
Isntalação no espelho da escada
 
Conceito "Black and White" na cozinha
 
Recepção do esctitório
 
Contato 71.8809-0455
 


 
 

Comentários